Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

XIFRS: A relação entre as IFRS e o XBRL

O XIFRS (eXtensible International Financial Reporting Standards) é a Taxonomia XBRL(eXtensible Business Reportable Language) com aderência as normas do IFRS, incluindo as Normas Internacionais de Contabilidade (Accounting International Standards), interpretações e IFRS (International Financial Reporting Standards) para PMEs (Pequenas e Entidades de médio porte), emitidas pelo IASB (Accounting International Standards Board).
As taxonomias XBRL estão disponíveis para a maioria das principais normas nacionais de relatórios financeiros em todo o mundo e o IFRS Taxonomia é destinado ao uso por entidades de relatórios financeiros . Ao fornecer o dicionário de dados neste formato, a Fundação IFRS visa atender a demanda por um padrão eletrônico para o envio destas informações.
Ambas as IFRS e XBRL são destinadas a padronizar relatórios financeiros, a fim de promover a transparência e melhorar a qualidade e a comparabilidade das informações de negócios, portanto, os dois formam uma p…

Cacofonia na organização

Quando comecei a trabalhar com gestão de processos tínhamos um escritório de soluções empresariais (excelente nome, pois era voltado aos resultados, e não a métodos / instrumentos como processos, projetos, planos, etc) ligado diretamente à Superintendência de Estratégia de nossa organização. Éramos um grupo de trinta consultores internos que receberam formação teórica e prática em melhorias de processos, visando à alavancagem dos resultados das áreas de negócios da empresa.
Estávamos em 1999 e lembro que o método que usávamos partia do princípio de que sempre trabalharíamos em projetos de otimização de processos. Assim, tínhamos um conjunto de documentos que orientavam nossa ação junto às equipes especialistas nos vários assuntos que a organização conduzia. Tudo se iniciava com a redação do famoso RPP - Relatório de Planejamento de Projeto.
O RPP era firmado entre a área responsável pelo processo em estudo e pelo escritório de soluções e sua estrutura continha diversos campos, tais como…

Papo no BPM Global Trends

Fui gentilmente convidado pelo Marcus Vinícius da Costa para assistir o Seminário Internacional BPM Global Trends  - Gestão Pública, em Brasília, nos dias 15 e 16,  evento que trouxe as tendências ligadas ao mundo BPM, no Brasil e no mundo. Oportunidade em que pude bater um prazeroso papo com o Marcus, José Davi Furlan, Vice-presidente da ABPMP, Bruno Palvarini, colega de Blog e o Prof. Faud Gattaz Sobrinho, sobre a necessidade de realizarmos uma abordagem específica de BPM voltada ao serviço público.
Quando utilizamos conceitos como cliente, valor, cadeia de valor, rede de valor etc. devemos estar bem atentos  à finalidade do serviço prestado. Ao analisar, por exemplo, os processos da STN – Secretaria de Tesouro Nacional, quem seria o cliente? O contribuinte, pois utiliza seus serviços, ou o cidadão que em última análise vai se beneficiar das políticas públicas viabilizadas pela tributação realizada?
Ao utilizar o serviço da Justiça Eleitoral o eleitor não percebe, de forma imediata, v…

Novas iniciativas em XBRL pelo mundo

Na Conferência Internacional XBRL 2014 houve um painel sobre novas iniciativas de utilização do padrão XBRL pelo mundo. Segue abaixo um resumo das iniciativas apresentadas no painel.
No Japão há um programa voluntário para relatórios sobre os ambientes empresariais, que está tendo um papel importante em dar aos investidores a informação que eles precisam para fazer investimentos de longo prazo. O apresentador comentou que as empresas possuem "duas faces", uma "face visível", que consiste nas informações financeiras e ações realizadas, e uma "face invisível" que inclui fatores menos tangíveis como rentabilidade futura, juntamente com informações não numéricas, como os esforços pela sustentabilidade.
Na Holanda há algo que foi chamado pelo painelista de "cadeia holística de relatórios", e que está revolucionando a troca de informações sobre pensões e outros dados referentes ao emprego, entre os cidadãos, empregadores, e o governo. Todos se beneficia…

Modelo de Evolução dos Empregados

O Modelo de Evolução dos Empregados  é mais um caso de sucesso na System Dynamics Case Repository!


O Repositório é mantido pela System Dynamics Society, uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada à promoção do desenvolvimento e da utilização de Dinâmica de Sistemas e do Pensamento Sistêmico em todo o mundo. 

Com membros em setenta países, a Sociedade proporciona um fórum no qual pesquisadores, educadores, consultores e profissionais dos setores empresarial e público interagem para introduzir os recém-chegados ao campo, manter a par dos desenvolvimentos atuais e construir sobre o trabalho do outro.
A Gestão de Recursos Humanos tem emergido como um capital fundamental e crítico nas organizações. Afinal de contas, plano de recursos humanos e políticas de design lidam com máquinas e inovações. Recursos Humanos contratam recursos humanos.
Neste contexto, os sistemas de informação podem facilitar a compreensão dos problemas, especialmente quando há um cenário complexo que envolv…

Transformação de processos

Ao participar do BPM Global Trends tive a oportunidade de trocar diversas e boas experiências com novos e velhos amigos que encontro poucas vezes no ano, em encontros como o do início desta semana. O formato escolhido, de poucas e intensas palestas, parece ter agradado ao público, que exigiu sessões em dobro e participou ativamente do debate, com alto nível de qualificação.
Tão bom quanto discutir em sala foi aproveitar os intervalos para conversar com pessoas especiais, como os colegas de blog Marcus Vinicius e Herbert Garcia, o professor Fuad Gattaz Sobrinho e o vice-presidente da ABPMP, José Furlan. Em especial, reproduzo aqui alguns pontos do animado papo que eu os os dois últimos tivemos logo após o almoço.
Em determinado momento falávamos da velocidade cada vez maior das mudanças em nossas vidas e de como poderíamos auxiliar a transformação de contextos / negócios, promovendo resultados satisfatórios e sustentáveis para a sociedade. No dia anterior tinha participado de uma reunião…

Níveis de Maturidade em SIG Corporativo - Parte 2

Dando sequência aos nossos artigos sobre maturidade em SIG corporativo, hoje apresentaremos  o modelo Even Keel Strategies. Em concordância teórica e abordagem semelhante ao modelo proposto por Mäkelä em 2012, existe um modelo de evolução em maturidade SIG formulado pela empresa de consultoria em planejamento de SIG estratégico Even Keel Strategies de Chicago, Estado de Illinois, Estados Unidos da América.
Este modelo se chama “Niveis de Maturidade de um SIG Corporativo” (GIS Maturity Levels) e foi elaborado no ano de 2008. É baseado em cinco estágios diferentes e progressivos para a implantação de SIG corporativo. Este modelo também propõe cinco estágios de maturidade.


Começando desde os primeiros usuários de SIG individuais, ou chamados “entusiastas” até o SIG corporativo propriamente dito, o modelo da empresa Even Keel Strategies propõe ações práticas para a evolução na organização de um SIG em ambientes corporativo. Os Níveis de Maturidade de um SIG Corporativo de Even Keel Strategie…

Sua Majestade o Cliente

(Imagem:www.agendor.com.br) “Gerenciamento de processos de Negócio (BPM – Busines Process Management) é uma disciplina gerencial que integra estratégias e objetivos de uma organização com expectativas e necessidades de cliente, por meio do foco em processos ponta-a-ponta” “BPM visa entregar valor para o cliente”“Não importa se a organização tem ou não fins lucrativos, seja pública ou privada, de micro, pequeno, médio ou grande porte, o propósito principal de uma organização é gerar valor para o cliente por meio de seus produtos e serviços”(Fonte: CBOK 3.0) Portanto, o cliente é o ponto focal da organização. É essencial saber quem de fato é o cliente, aquele que vai reter nossa atenção, do qual vamos descobrir as expectativas e, a partir delas,  gerar a Proposta de Valor da organização e sua Cadeia de Valor. Neste ponto, saber a identidade do cliente torna-se necessário para resolver duas questões. A primeira, de ordem estratégica, é:  o que é valor para o cliente? E a segunda mais operac…

Está saindo do forno a primeira taxonomia XBRL de governo

Nos dias 1 e 2 de setembro ocorreu a 2ª Reunião de 2014 do Grupo Técnico de Sistematização de Informações Contábeis e Fiscais (GTSIS) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).
Nesta reunião foi apresentada a arquitetura da taxonomia XBRL que será utilizada no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (SICONFI). O uso do padrão XBRL neste sistema permitirá que os órgãos que dispõem de sistemas informatizados possam entregas as informações contábeis e financeiras de forma automática e padronizada, agilizando bastante o processo de prestação de contas. A expectativa é que a primeira versão da taxonomia seja divulgada ainda neste mês de setembro.
Além da apresentação da arquitetura da taxonomia, também ocorreram outras palestras: Foi explicado como que os diversos conceitos da contabilidade podem ser expressos como o padrão XBRLForam mostradas instruções sobre o preenchimento dos formulários e planilhas, que estão disponíveis para aqueles órgãos que não pretendem …

Níveis de Maturidade em SIG Corporativo - Parte 1

A integração entre o SIG (ou GIS – Geographic Information System) e as tecnologias de geoprocessamento (que são as tecnologias envolvidas no processamento de dados espaciais), bem como os fluxos de trabalho, somados as tomadas de decisão numa organização é denominado SIG Corporativo.
Não existe um modelo único de como esta integração deve ser realizada, pois esta união de SIG com processos corporativos se dá de maneira única a cada instituição. Cada empresa deve formular como essa integração deve ser feita de forma a garantir que este instrumento atenda as demandas necessárias de forma eficiente para o seu ramo ou mercado de atuação.
Segundo Jaana Mäkelä et al. (2009) a integração para consolidação de um SIG corporativo ocorre em estágios distintos nas empresas. Esses estágios são denominados “níveis de maturidade” ou GIS Maturity Level. O nível de maturidade SIG de uma organização é concebido através de seus recursos tecnológicos, competência humana, entendimento dos benefícios e uti…

Falha como Serviço: integrar sem segurança é oferecer a chave do cofre.

Enquanto escrevia esse artigo dei de cara com uma notícia sobre uma falha do serviço ICloud que foi explorada por atacantes que roubaram fotos íntimas de várias atrizes de Hollywood e as publicaram na Web. Notícias como estas vêm se propagando aos montes nas últimas semanas: diversos serviços que oferecem armazenamento nas nuvens tiveram problemas sérios de segurança que os levaram a vazar dados de usuários desavisados. Exemplos são o Google Drive e o Dropbox, este último citado até por Edward Snowden como extremamente inseguro. Quando falamos de termos como cloud, integração e Big Data o que vêm à mente primeiramente são as grandes vantagens da união de diferentes sistemas e informações em uma único frontend de acesso o que facilita muito o processo de extração e visualização de dados. De fato, o processo de gestão do conhecimento hoje se baseia fortemente no processo de integração das informações obtidas por data mining e outras técnicas.
Devemos, entretanto, olhar as coisas de uma pe…