terça-feira, 4 de abril de 2017

A Arte de Pintar

Qualquer pessoa que tenha alguma experiência com desenhos sabe que a primeira providência do pintor é fazer uma abstração. Ele tem de decidir entre o que está vendo e o que quer pintar. Por quê? Porque é impossível representar tudo! Então toda pintura implica em uma seleção preliminar[1]. Eu falo um pouco sobre esse aspecto aqui.

Mas não é só a abstração que o pintor precisa fazer. Ele também precisa escolher os instrumentos que utilizará. É fácil perceber que, dependendo do objetivo e do tipo de pintura que será feita, os instrumentos a serem selecionados serão diferentes. É pouco provável que utilizemos um batom para pintar um muro ou um rolo de tinta para fazer uma maquiagem.




Porém, a escolha do instrumento não é fato decisivo para que a pintura saia conforme desejado. Eu poderia ter nas mãos todos os instrumentos utilizados por Leonardo da Vinci para pintar a Mona Lisa que - no máximo - eu produziria algo como o desenho abaixo.

 

Qual a relação da arte da pintura com a modelagem da Arquitetura Corporativa?




[1] Assunto discutido na aula 100 do Curso Online de Filosofia do professor Olavo de Carvalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário