Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Interoperabilidade: Um novo desafio ?

A parte que “cidadãos não precisarão ir a vários órgãos públicos para comprovar informações” muito me interessa. Assistentes Sociais trabalham diretamente com a orientação de grupos/pessoas. O impacto positivo que esta otimização provocaria é imensurável senhores !!! E mais, a quantidade existente de órgãos públicos, de processos, etc, requer uma gestão de dados mais eficiente. Somente assim o governo poderá oferecer à população serviços eletrônicos integrados, com informações confiáveis. Torcemos por isso !!! Rosane Feijó M. S da Cruz é Assistente Social da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, atuando desde 2004 com população em situação de rua naquela metrópole, enfrenta na rotina do seu trabalho diversas dificuldades diárias, na medida em que se depara com demandas e necessidades de sociabilização e re-inserção de pessoas na sociedade e esbarra com questões burocráticas e com a existência de inúmeros órgãos e setores a serem percorridos pela população atendida, para a…

BPM e Interoperabilidade

Inicialmente devemos deixar claro o que é BPM – Business Process Management ou Gerenciamento de Processos de Negócios e, não menos importante, o que não é BPM.
Segundo o CBOK v3.0 (Guia para o Gerenciamento de Processos de Negócio Corpo Comum de Conhecimento da ABPMP) BPM “é uma disciplina gerencial que integra estratégias e objetivos de uma organização com expectativas e necessidade de clientes, por meio do foco em processos ponta a ponta”. 
BPM não é uma tecnologia que se possa comprar, adotar ou utilizar em uma organização, muito embora se utilize de tecnologias para viabilizar seus objetivos. BPM também não é uma estrutura de trabalho, metodologia ou conjunto de ferramentas. 
Ainda segundo o CBOK v3.0 “a disciplina de BPM auxilia no estabelecimento de princípios e práticas que permitem as organizações serem mais eficientes e eficazes na execução de seus processos de negócio”.
Quando se aborda a questão da interoperabilidade, a dimensão processos  ganha um contorno importante, na medid…

BPM Day Três Poderes e Ministério Público

No dia dezenove de março, aconteceu o BPM Day Três Poderes e Ministério Público, Brasília, no auditório JK da Procuradoria Geral da República, evento focado no compartilhamento de experiências entre os órgãos publico com a implementação de BPM.
Aberto por Nicir Chaves, Gestora Regional do DF da ABPMP Brasil e pelo Sr. Lauro Pinto Cardoso, Secretário do Ministério Público, teve como primeiro palestrante o Sr. Eduardo Noronha do Escritório de Gestão de Processos e Projetos Estratégicos da Secretaria Executiva do Ministério da Educação (MEC), que relatou a experiência com um mapeamento de processos a partir de uma visão sistêmica, iniciado em 2008 e que contribui hoje para a elaboração de decisões e no apoio das ações estratégicas tanto internas quanto externas.
A segunda apresentação foi de Camila Flavya da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), sobre o Programa de Gestão por Processos criado em janeiro de 2013 e que em sua primeira fase identificou problemas da RNP em relação aos serv…

Seminário sobre Redes Sociais e e-Gov

Bom dia, hoje estou aqui para convidar vocês a  participarem da 3ª edição do Seminário sobre Redes Sociais e e-Gov que acontecerá nos dias 29 e 30 de abril em  Brasília. É um evento multitemático pensado para agentes públicos e estudiosos da Administração Pública que reconhecem a importância da utilização das Redes Sociais na melhoria do relacionamento e prestação de serviços ao cidadão como forma de viabilizar a transparência na gestão pública.
Nesta edição o evento está com muitas novidades. A maior delas éa abertura deinscrição de cases de instituições públicas que desejavam compartilhar suas experiências no evento. Foram dezesseis instituições inscritas e com mais de mil votos três foram selecionadas:
Controladoria Geral da União falando sobre a Campanha pequenas corrupções nas redes sociais;Governo do Estado de Santa Catarina falando sobre a Diretoria de Novas Mídias e Inovação; Prefeitura de Curitiba que está com um perfil super polêmico nas redes sociais.
A…

Sobre o Seminário e-PING (04)

"Integrar o estado brasileiro passa pelo uso intensivo de padrões de interoperabilidade pela União, Estados e Municípios", poderia ser a chamada para a apresentação da iniciativa conduzida pela Empresa Municipal de Informática da Cidade do Rio de Janeiro - IPLAN RIO - vinculada à Secretaria Municipal da Casa Civil.

Márcia Lima, Diretora de Tecnologia da IplanRio, compartilhou com os participantes do seminário informações sobre a iniciativa e-PINGRIO, que já apresenta resultados em termos de interoperabilidade e de governança corporativa, envolvendo órgãos e entidades no município do Rio de Janeiro.

A experiência apresentada ratifica que a implantação de uma Arquitetura de Padrões Tecnológicos com foco na interoperabilidade, alinhada ao e-PING do governo federal , se mostra viável e imprescindível, não somente para melhor gerir e otimizar o cenário atual de TIC do município do Rio de Janeiro, onde coexiste uma grande diversidade de tecnológias, como também permite absorver de…

Sobre o Seminário e-PING (03)

Um dos conjuntos de apresentações de maior repercussão após o Seminário e-PING Áreas de Integração para o Governo Eletrônico foi o da Mesa 3, sobre Arquitetura Empresarial e Governança Corporativa.
A mesa contou com a participação de três grandes especialistas no assunto, Atila Belloquim, da GNOSIS IT Knowledge Solutions; Alexandre Coutinho, do SERPRO e Fernando Barbosa, da Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda.
Tendo como foco “como a Arquitetura Empresarial e a Governança Corporativa podem contribuir para a melhoria da gestão transversal no Governo”, os palestrantes conseguiram promover a convergência das expectativas abordadas nas demais mesas, apresentando um modelo aplicável para o governo.

Destaque para trechos da apresentação de Fernando Barbosa, ressaltando que a discussão sobre governança nasce da necessidade de lidar com a complexidade e diversidade dos órgãos, de contar com um planejamento integrado e o monitoramento dos seus desdobramentos; e que, discutir “governança…

Sobre o Seminário e-PING (02)

Novos elementos direcionadores, trazendo a expectativa da mudança e o que está sendo discutido no processo de repensar a e-PING, puderam ser identificados nas falas dos representantes do Governo durante o Seminário Áreas de Integração para o Governo Eletrônico.
Gilberto Paganotto, Diretor-Superintendente do SERPRO, em sua fala de boas vindas, reafirma a importância da interoperabilidade para a Administração Pública Federal e ressalta que padrões são úteis para melhorar a qualidade dos serviços prestados para o governo e os cidadãos.
Representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, coordenadores e suplentes dos grupos de trabalho que compõe o GT 5 – Áreas de Integração para o Governo Eletrônico, evidenciando uma visão altamente convergente, fizeram registros importantes em suas apresentações, entre eles:
- a necessidade de uma gestão quanto à implementação de padrões e a importância que as plataformas de integração e interoperabilidade do Governo sejam somente uma aos olh…

Vamos lá mulheres.

No final de março em Goiânia ocorrerá o 2º. Encontro Nacional de Mulheres na Tecnologia com palestras, workshops e hands on envolvendo temas como: Tendências, Robótica, Carreira, Negócios e Relações de Trabalhos e Gênero.
Luciana Mota, que coordena atualmente o Subgrupo de Trabalho do Padrão Modelo Global de Dados (SGT MGD), na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade, será uma das palestrantes.  Em suas palestras ela estará compartilhando informações sobre as realizações do grupo em 2013 e as expectativas em relação a 2014-2015, recentemente discutidas no Seminário e-PING Áreas de Integração para o Governo Eletrônico.